sábado, 17 de novembro de 2018

G1 publica matéria sobre IF e menciona blogosfera americana


Olá pessoal. O G1 publicou uma matéria em que fala sobre os jovens que se aposentam mais cedo, poupando metade do seu salário. Trouxe alguns exemplos, infelizmente todos americanos, mas serve de aprendizado. No meio da matéria mencionou o blog do conhecido Mr Money Mustache:

"Mas foi apenas um ano antes de se aposentar que ele conheceu Money Mustache, um blog escrito pelo canadense Peter Adeney, uma celebridade entre os jovens aposentados."

Eu fiquei torcendo pra citar a blogosfera daqui, mas ainda não foi a hora. Achei interessante um termo usado na matéria, os millenials, e disse que a maioria não está poupando para a independência financeira.

Resumindo, vale a pena a leitura. Dá pra dar uma incentivada em continuar cortando gastos desnecessários e aportando. Lógico, sempre tentando equilibrar com uma vida saudável, e sem extremos... poupar 50% do salário, caraca, pra mim seria extremo... mas... cada um sabe sua vida e suas necessidades. Se alguém consegue viver com 50% do salário sem fazer loucuras, ótimo!

Só um adendo, eu não gosto da globo, mas sempre acabo indo no G1 ver algumas matérias, e a cabei achando essa.

Segue o link:

https://g1.globo.com/economia/educacao-financeira/noticia/2018/11/17/os-jovens-que-escolhem-viver-modestamente-para-se-aposentar-aos-40-ou-antes.ghtml

Bom, é só isso, um forte abraço pessoal, fiquem com Deus.

16 comentários:

  1. Também tenho esse sentimento de não gosto da Globo, poupador. Mas isso se dá obviamente pela doutrinação ideológica que alguns de seus funcionários tentam impôr a audiência.

    Porém, de qualquer forma temos que admitir que a Globo possui uma qualidade técnica fenomenal, e é uma das maiores empresas brasileiras não é a toa. Dito isso, não vejo com maus olhos se informar através deles em diversas questões que passem longe da cartilha ideológica de outros assuntos e tal.

    - Mark

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo comentário Mark, muito bem refletido. Também me informo lá, sempre com um filtro bem fino. Abraço e fica com Deus.

      Excluir
  2. Essa matéria também foi publicada na página do Facebook do G1. Pelos comentários de lá, poupadores continuarão com baixa concorrência rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor do que a matéria em si, são os comentários.

      Excluir
    2. Realmente, comentários dignos da maioria dos brasileiros, infelizmente.

      Obrigado pela visita pessoal. Fiquem com Deus.

      Excluir
  3. O brasileiro médio é muito extremista. Tem dificuldade em enxergar meio termos, ou é 8 ou 80.
    Quando se fala em poupar, já imaginam um mão de vaca clássico, um cara que abre mão da vida pra poupar, parece que tem dificuldade em entender que há outras alternativas e outros comportamento que também pode trazer resultados positivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim colega, e equilíbrio é sempre necessário, porém pouco entendido e reconhecido.

      Valeu a visita. Abração e fica com Deus.

      Excluir
  4. "Por mais de duas décadas, Whiter fez questão de economizar pelo menos metade do seu salário todos os meses para a aposentadoria. Além disso, qualquer renda extra que ganhava ia diretamente para sua poupança."

    Ou esse cara tinha um orçamento muito bom ou não viajava, saía com as pintalouvas na night... Aí fica fácil mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, totalmente avesso a lazer, putz.

      Valeu colega. Abraços

      Excluir
  5. Interessante a matéria!

    Em relação a poupar 50% do salário, acredito que um segredo é começar com menos tipos uns 10% do salário e depois arrumar formas de aumentar a renda (quer seja através da renda extra ou das promoções na carreira) com um salário maior fica mais fácil seja aos 50% poupados.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo DIL. Se a pessoa for firme o suficiente pra não aumentar o padrão conforme o salário aumenta, é possível mesmo poupar 50%.

      Abração e fica com Deus.

      Excluir
  6. Muito bom post. Agora este movimento do qual Gwen faz seus podcasts, é bem radical. Ela fala sobre comer menos, não ter um videogame que gostaria. Duvido muito que internamente ela esteja satisfeita com isso tudo. Equilíbrio e a palavra chave. No mínimo eles tem muita fé, ao achar que viverão o suficiente para desfrutar de suas economias. Tá aí, a importância de se considerar o presente, não ser extremista, até porque eu considero estas pessoas completamente viciadas em poupar, sei lá como um lance psicológico de sesentir seguro em saber que tem dinheiri, mesmo que não o gaste. Por isso, equilíbrio e fundamental.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É cara, extremismo não vale a pena não. O negócio pra poupar 50% é melhorar a renda, e não aumentar o padrão de vida.

      Valeu pela visita e pelo comentário. Abraços e fica com Deus.

      Excluir