domingo, 26 de março de 2023

RANKING Blogosfera + Fechamento FEV/23 + Minha Vida Fora do Serviço Público

Fala, rapaziada. Fiquei um tempão sem postar aqui, quase 5 meses, e nesse tempo sempre lembrava do ranking e da minha vontade de continuá-lo. Não sei se outra pessoa quis fazer esse serviço e já está fazendo, talvez até de forma mais atualizada. Mesmo assim, trouxe aqui a atualização de como a galera está indo nas finanças através de nossa tabela com os 15 blogs que atualizam seus patrimônios.

Desde que comecei, uns saíram, outros entraram, mas a maroria continua firme, parabéns meus amigos.

Pra que eu não fique de fora e seja excluído do ranking da Blogosfera, decidi atualizar o meu fechamento bem a tempo de o ranking ser divulgado, ufaaa

Bora lá...

Em fevereiro meu patrimônio diminuiu desde o último fechamento, em outubro/2022. E não foi só perdas não, foi eu mesmo que não venho conseguindo romper a barreira mental dos 100k há anos. Sim, desde que alcancei essa marca, parece que empaquei e não tenho aportado mais tanto. Bom, vou tecer alguns comentários, mas antes, vejamos como está a distribuição patrimonial.

Patrimônio Resumido


Patrimônio Detalhado


Eu saí de R$ 119k pra R$ 102k, e mais, esse fechamento eu fiz de fevereiro, já quase no fim de março, e ao entrar na minha corretora, tive um susto, tudo caindo, um prejuízo enorme.

Depois das eleições de 2022 eu desanimei geral com o mercado nacional, sabia que muito provavelmente teríamos 4 anos de queda na bolsa, piora grave da economia, corrupção solta em Brasília, e nossas finanças seriam gravemente afetadas. Pra isso eu decidi me desligar de política e passei a trabalhar com muito afinco, pois entendi cada vez mais que depende de mim fazer a minha parte, e nunca esperar de governo nenhum a melhora da economia.

Entrava mandato e saía mandato, e a corrupção vinha corroendo as entranhas de nosso país. Quando achávamos que teríamos um tempo de alívio dessa praga, aí vem o sistema e nos mostra que nossa intenção de eleger um candidato não vale NADA, já que eles colocam quem eles querem pra manterem seus cargos e altos salários.

Eu saí do serviço público pra melhorar minha saúde psicológica, que estava às mínguas! E também para ter chance de mudar de vida, pois apesar de ter sim um salário alto, eu vi a situação da inflação se avizinhar novamente, então não poderia depender apenas dessa renda. Saí na hora certa, pois como era do executivo federal, não queria ter como superior alguém definitivamente não confiável, não queria ter um superior no ministério que fosse acusado de corrupção, que só não está preso por ajeitadinhos do sistema jurídico falido brasileiro. E mais, não aguentava mais ver os colegas reclamando da situação do salário e da desvalorização, e eu não poder fazer nada a respeito, só esperar e esperar, e SE VIESSE um aumento, certamente não iria cobrir a perda pela inflação. Isso incomodava profundamente.

Quando tive a oportunidade, pedi a licença não remunerada, para interesses particulares, e passei a investir em mim e na minha família. Hoje, com marketing digital e conteúdo online, trabalho 10 vezes mais, porém trabalho com a satisfação de saber que se eu me esforçar mais, os resultados serão melhores. Enquanto no serviço público se eu me esforçasse mais, tudo que eu ganharia era responder mais, uma vez que minha atividade era de fiscalização. Quanto mais queremos fazer o bem, mais respondemos processos. Pra ganhar um extra no trabalho, só fazendo serviços legalmente permitidos, que nunca estavam na quantidade suficiente da demanda gerada pelo aumento de preços, como muito bem falou o mago economista:


Voltando à questão do patrimônio, apesar de empacado, as perspectivas são boas. Bem, ao sair do serviço público e parar de receber o salário, eu agora recebo do que produzo, e mais, quem paga depende da qualidade do material. Com isso, passei a trabalhar mais, mas a recompensa é satisfatória. E conforme os meses vão passado (já há quase 7 meses afastado da mão do estado), os ganhos estão melhorando. Nesse período eu mantive o padrão de vida, e acabei gastando um pouco das reservas, e mesmo em meses em que ganhei bem, acabei gastando mais por conforto mesmo.

Agora, com um novo produto que desenvolvi, uma ferramenta relacionada ao tipo de investimento que faço e ensino online, as coisas parecem estar pegando o jeito. Após bastante tempo inserido nesse contexto, cerca de 5 anos, só agora parece que os ganhos tendem a engrenar, pois estou trabalhando forte no marketing, com assessoria inclusive, pra poder divulgar, fazer campanha, email marketing, vídeos de vendas, marketing patrocinado pra conseguir tráfego pago, essas coisas.

Cada vez que pinga uma venda na plataforma, é muito recompensador. Uma sensação incrível é poder levar sua família pra almoçar fora, comer sushi, passear, TODO FINAL DE SEMANA, e enquanto come, olhar o app e ver uma venda sendo realizada. Ver isso e pensar: "Bora trabalhar e divulgar mais, pra isso aumentar e ficar ainda melhor. Que Deus abençoe sempre!"

Antes eu saía fazendo milhares de cálculos pra não comprometer a renda, pois apesar de deixar de usar cartão de crédito há muitos anos e entrar numa disciplina financeira, eu ainda sofria contando centavos. Minha história está registrada por aqui no blog desde 2017!

No serviço público meu salário girava em torno de 10 a 12k, e com família pra sustentar, mulher, filho, mãe, ajudar outros familiares, tudo isso gerava aquela tensão de todo mês pensar "será que vou conseguir aportar?!" 

Parece que to reclamando de boca cheia, pois muita gente pode achar que o pensamento deveria ter a preocupação do tipo: "Será que vou ter dinheiro pra pagar as contas?!". Mas lembrem-se que nossa situação aqui é de poupadores (olha o nome do blog), já saímos da visão de "gastador". Então a discussão "moral" aqui não é se terei dinheiro pra pagar contas (sim, eu também me preocupo com isso), mas nossa intensão deve ser superar essa fase e passar a outro nível: "Será que terei como aportar?!", e sempre buscar melhorar, pra tipo: "Esse ano vou viajar pra Gramado, Europa, ou EUA?"

Agora, mesmo que os ganhos sejam variáveis, tendo meses em que ganhe 12k, e outros que passe de 20k, já penso: "Posso aportar, e posso continuar trabalhando que tá dando resultado!"

Bem, não tenho aportado muito, eu sei, mas essa prova é pra mostrar pra vocês que trabalhar certo e de forma dedicada dá resultado, e que a dependência exclusiva de um serviço público falido e de um estado e com governo corrupto como o nosso é algo lastimável. Isso se estende pra o INSS, viu?! Nunca pensem que é só ir pagando que tá garantido. NADA garante que o INSS vai pagar no futuro, e mais nada MESMO garante que ele vai pagar o que você vai precisar na velhice. Ou fazemos nossa parte, ou ficamos à míngua.

Hoje vejo a iniciativa privada com outros olhos. O serviço público é bom (ou foi bom), pra quem não tinha experiência e queria começar a vida com um salário mais alto que a média, estudando e se dedicando pra fazer uma prova e um curso de formação que preparasse adequadamente para o trabalho. Eu achava sensacional. Uma vez dentro, você vê que aquele salário alto, se não for visto da forma certa, acaba funcionando como a casa de chocolate da bruxa de João e Maria. Atrai os gulosos, mas uma vez lá dentro você é todo dia engordado pra depois ser comido vivo com prisão financeira, dívidas, dependência de um estado miserável, e se vê preso (e gordo), dentro de uma jaula. MISERICÓRDIA.

Desculpem o desabafo, mas cansei...

Segue o Ranking de Fevereiro/23:



quarta-feira, 2 de novembro de 2022

Fechamento Out/22 + RANKING Blogosfera + Minha Licença do Serviço Público

Fala meus amigos. Mês passado eu não postei o ranking, mas hoje vamos com tudo. Primeiro o ranking, mas não deixem de dar uma olhada no meu fechamento e no que tenho pra falar pra vocês. Talvez algumas opiniões sejam interessantes.



O ranking está mais recheado, e agradeço à colaboração dos senhores que comentaram no último, de agosto/22, e assim novos participantes estão na parada.

O estreante Mendigo Investidor, apesar de não ter atualizado ainda em outubro, seu patrimônio de setembro é suficiente para colocá-lo em primeiro lugar na tabela, sendo o único com patrimônio acima de 1M.

O Jardim Epicurista (não conhecia o colega) vem em segundo lugar, precisei descontar o imóvel de 500 mil reais do seu patrimônio, e assim, o valor que aparece ali é apenas referente a seus investimentos não imobilizados, que já é tradição na nossa finansfera considerar apenas estes para fins de independência financeira.

O Ele Não Surfa Nada eu já tinha ouvido falar, mas não o via há muito tempo, talvez por não tê-lo em minha lista de blogs. aparece em terceiro com mais de 660 mil reais de patrimônio.

O Cowboy Investidor ainda não atualizou seu fechamento, mas aparece aqui em quarto lugar, e acredito que permanece, embora o João Dinheiro, também estreando esse mês no ranking, esteja indo bem, e ainda não atualizou seu patrimônio de outubro. Talvez passe os 500 mil, vamos aguardar.

Poupador do Interior está quase batendo os 300k. Força aí colega. Nurrumo do Milhão também vem consistente, embora eu não sei se ele percebeu, mas esse nome será péssimo quando ele passar de 1M, pois vai dar a entender que ele quer perder dinheiro, kkkkkkk.

Eu apareço logo atrás, em que tive um aumento considerável do patrimônio, com crescimento de 3,74%. Mais abaixo algumas informações interessantes pra vocês.

Investidor do Milhão de um baita pulo, como já imaginávamos que seria após iniciar seus trabalhos como médico recém formado. Esperamos que ele acabe passando os mais próximos nos meses seguintes.

Tio Patinhas Investidor estreando também em outubro por aqui. Soldado do Milhão ainda não atualizou seu patrimônio, mas em setembro conseguiu um bom resultado, passando de 80 mil reais. Mais um estreante, o Bilionário do Zero aparece aqui com mais de 74 mil reais.

Inner Burn e seu blog, digamos, "diferente', até atualizou setembro, mas outubro está faltando. Investir em Disciplina aparece em 14º, em penúltimo, e com uma leve queda entre setembro e outubro, -0,39%. Por fim, o Mago Economista aparece em último lugar, mas a forma que ele conta seu patrimônio, até interessante, não nos deixa saber qual valor em reais as 'coroas' se referem. Sendo assim, ele continua aqui, claro, mas seria interessante se ele postasse os valores. Fica a dica.

SOBRE O RANKING

Pretendo manter a tradição, mas peço a todos a compreensão pra duas coisas:

1 - Caso eu não consiga postar algum mês, peço paciência. Vou me esforçar pra ser o mais regular possível

2 - Divulguem esse ranking em outras mídias e blogs, pra atrair mais interessados em participar. Ajuda muito

MINHA SITUAÇÃO E FECHAMENTO

Como falei, queria trazer aqui as mudanças que ocorreram comigo e minha família nos último anos. Sou funcionário público federal LICENCIADO. Isso mesmo, mesmo ganhando muito bem no setor federal, cerca de R$ 10 mil líquido mensalmente, decidi pedir uma Licença para Tratar de Interesses Particulares. Pra quem não sabe, os servidores federais (e muitos estaduais), após finalizado o estágio probatório, têm direito a se afastarem do serviço público, SEM SALÁRIO, para tratar de qualquer coisa que quiserem, desde, claro, que essa "coisa" não entre em conflito com seu serviço. O tempo para os servidores federais, após a última atualização da legislação, é de 3 anos, prorrogável por igual período, sendo que o servidor não pode (poderia) tirar mais de 6 anos fora da sua atividade durante toda sua carreira. Agora, não sei ao certo, mas parece que tiraram essa limitação dos 6 anos, e se o servidor quiser, ele fica afastado por quanto tempo for necessário, desde que renove sua licença de 3 em 3 anos.

Qual a vantagem disso?

Bem, como MUTOS concurseiros, a atividade pública atrai pelo salário e estabilidade no serviço. Depois o cara pode até gostar do que faz, mas no início pra grande maioria é isso aí, não tem pra onde correr. Eu até gostava da minha atividade, trabalhava em regime de escala, mas devido aos riscos envolvidos, e outros problemas de atuação na parte noturna, que me levaram a piorar meu quadro de ansioso clínico, passei a refletir na possibilidade de me afastar. Acontece, óbvio, que sem dinheiro não dá pra comer, né. Então eu não fui à frente com isso por muitos anos.

Até que em 2019, minha esposa começou um negócio online, e eu ficava ajudando. O dinheiro começou entrar, e apesar de momentos de altos e baixos na renda, conseguimos juntar esse patrimônio que temos, acima de 100k. Desde meados do ano passado conseguimos uma atividade regular para uma empresa no exterior, para atuar no que sabemos fazer com qualidade, nosso ramo. Assim, passamos a receber um "salário", embora seja contrato, e não emprego formal. Minha esposa abriu uma empresa e tudo que vende e negocia é através do seu CNPJ. Como eu queria ajudá-la mais, precisaria passar mais tempo envolvido nisso tudo, mas os horários do meu trabalho regular poderiam chocar. Juntando isso ao fato de que há anos já queria um afastamento mais duradouro da atividade de risco que exercia, pensei que estava na hora, e em 2021 solicitei a licença, mas foi negada!

Sim, meus amigos, eu achava que era só pedir e pronto. Mas não era tão fácil assim. Primeiro eu me vi diante de uma ENORME burocracia com documentação pra juntar ao processo, e as justificativas mais diversas pra solicitar. Após isso, ainda precisaria de 3 autorizações pra poder finalmente ter meu direito:
1 - da chefia imediata
2 - do chefe do chefe (da regional)
3 - do chefe geral de pessoal, em Brasília

O meu chefe imediato, naquela época, até era a favor, mas esperou a recusa do chefe regional pra poder recusar também, me avisando de sua decisão. Em 2021 eu ainda não estava tão bem capitalizado, com um patrimônio de aproximadamente 80 mil reais. Assim que a recusa saiu, eu fiquei até, de certa forma, aliviado, pois antes de sair eu ficava tenso, com medo de justamente quando estivesse de licença, a empresa do exterior encerrasse o contrato, e as vendas do negócio de minha esposa diminuíssem. Assim, aqui em casa estávamos ganhando duas vezes, e decidi ficar mais um tempo, sem entrar por exemplo na justiça pra ter meu direito concedido. Ganharíamos mais, e poderíamos juntar mais.

Acontece que esse pensamento de ganhar mais me fez gastar boa parte da grana que ganhamos, e juntamos bem menos do que gostaríamos. De qualquer forma, quando a situação apertou no serviço, e meu psicológico já estava nas mínguas, decidi que era a hora de pedir novamente. Isso era quase 1 ano depois. Pedi e agora embasei muito bem meu pedido, pois mostrei que não estava bem pra trabalhar há muito tempo, e que apesar de manter um bom desempenho como servidor, por dentro eu estava péssimo, precisando de um tempo pra refletir.

Graças a Deus, Ele tocou no coração do chefe regional que me deu a licença, e assim foi só uma questão de formalidades pra ficar tudo configurado e eu sair livre em setembro desse ano! Portanto, estou há 2 meses sem obrigações com o serviço público, mas também sem remuneração por parte do governo. Continuo pagando o INSS por opção própria, pois temos essa possibilidade.

Nossos rendimentos mensais giram em torno de 15 a 20 mil reais, quase o dobro do que ganhava no setor público. Desse valor, cerca de 14 mil é regular dos serviços prestados pra empresas no exterior, uma parte considerável. De forma que se por ventura o contrato fosse descontinuado, eu precisaria entrar nas reservas pra poder manter o padrão de vida, que aqui em casa gira em torno de 10 mil reais da minha família diretamente, mais uns 3 mil de auxílios que pagamos de nossos familiares, e com os quase 2 mil no INSS, precisamos de 15k pra viver sem diminuir nada na nossa qualidade de vida.

Nesse contexto simplificado, pareceria uma questão de tempo até que eu voltasse a trabalhar. Porém estou trabalhando em alguns projetos e esse ano pretendemos lançar uma mentoria na internet, e a expectativa é que nos primeiros meses já estejamos ganhando acima do que as empresas no exterior nos pagam, tornando então esses valores recebidos um 'extra' muito bom. Meus cálculos mostram que se continuarmos firmes, em pouco menos de um ano, esse "extra" pode não estar compensando o tempo dispendido nas atividades, que deverão então ser voltados com foco no projeto nosso pessoal da mentoria. Pretendo trazer mais sobre isso nos próximos fechamentos.

FECHAMENTO DIÁRIO OUTUBRO/2022

Esse mês assim terminou meu balanço resumido.



Abaixo segue minha evolução patrimonial ao longo dos anos.


É possível ver como finalmente consegui superar o máximo de agosto de 2021, mais de um ano depois.


Evolução e Rentabilidade pela Planilha AdP



Valeu galera, depois trago mais novidades.

Peço que coloquem esse meu site na sua lista de blogs, pois ajuda muito na divulgação. Quem quiser, é só me avisar que acrescento na minha lista também, que gera acessos pra vocês a partir de quem entra aqui.

Por hoje é isso. Comenta aí o que achou!

Forte abraço a todos e fiquem com Deus.

Isenção de Responsabilidade
Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não sou profissional de investimentos nem consultor financeiro licenciado. Nenhum ativo e/ou estratégia de investimentos aqui mencionados deve ser considerado indicação de investimento. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. O Diário de um Poupador e seu criador não são responsáveis pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

terça-feira, 6 de setembro de 2022

Fechamento Agosto/2022 + RANKING Blogosfera

Fala pessoal. Muito atarefado por aqui, muitas novidades, espero ter tempo pra contar tuuudo pra vocês. 

Vamos primeiro pra meu fechamento de Agosto/22 e em seguida ao ranking da blogosfera de finanças brasileira.

Esse mês assim terminou meu balanço resumido.



Abaixo segue minha evolução patrimonial ao longo dos anos.





Tenho tido umas baixas desde a máxima em Agosto de 2021, que passei a monitorar melhor meu capital, pois já faz 1 ano e ainda não ultrapassei o máximo de capital que já cheguei. Esse ano quero ser diferente, mesmo com muitas mudanças em minha vida.

Evolução e Rentabilidade pela Planilha AdP




RANKING BLOGOSFERA DE FINANÇAS BRASILEIRA


Desculpem-me não ter trazido o ranking mês passado, como disse, muitas mudanças na minha vida, então fiquei meio fora da realidade. Mas voltamos com tudo.


Tivemos duas ultrapassagens:

1- O Soldado do Milhão passou o Inner Burn, mas o colega que ficou pra trás também não atualizou seu blog até o momento. Vamos ver no próximo mês

2 - O investidor Universitário vem com tudo mesmo viu! Passou o Investir em Disciplina, pelo seu excelente aporte. Aumento de 30% no seu patrimônio. Vai ter que mudar o nome do blog, já que agora ele é médico formado e poderá vencer a estatística de médicos endividados hehehe. Mas o Investir em Disciplina também teve um ótimo aumento do patrimônio, mais de 8%, o que é um grande feito. A questão é que o Investidor Universitário tá com tudo no aporte. Sucesso aí, galera.

OBS: Os que tem um * ainda não atualizaram o patrimônio.

PEDIDO: Quem souber de outros blogs que atualizam constantemente seus capitais, me avisem pra que eu passe a seguir e coloque no ranking. Pois com a ausência de postagens, é comum um ou outro sair da tabela, aí com pouca gente pode ficar sem graça. Aguardo nos comentários.

Valeu galera, depois trago mais novidades.

Peço que coloquem esse meu site na sua lista de blogs, pois ajuda muito na divulgação. Quem quiser, é só me avisar que acrescento na minha lista também, que gera acessos pra vocês a partir de quem entra aqui.

Por hoje é isso. Comenta aí o que achou!

Forte abraço a todos e fiquem com Deus.

Isenção de Responsabilidade
Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não sou profissional de investimentos nem consultor financeiro licenciado. Nenhum ativo e/ou estratégia de investimentos aqui mencionados deve ser considerado indicação de investimento. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. O Diário de um Poupador e seu criador não são responsáveis pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

sábado, 16 de julho de 2022

Ranking Finansfera Junho/2022

Desculpem ter parado de atualizar o Ranking, meus amigos, mas voltamos com tudo. Embora não vá escrever muito sobre os blogs, como já fiz outrora, pretendo trazer o ranking sempre que atualizar meu fechamento por aqui.

Algumas pessoas acabaram saindo por terem parado de atualizar. Foi o caso do sr. Maromba, uma pena, pois era bastante atuante, mas foi pra Irlanda e não temos mais notícias. O Jyraia Investidor não consegui acessar o site do nosso camarada. Saindo do Banco também parou de atualizar seu patrimônio. Mas temos a entrada de mais um integrante, o Mago Economista. Início tímido, mas com uma criatividade enorme pra atualizar seu patrimônio como se fosse um vídeo game.

O ranking conta com 10 participantes, mas não é um limite, quem quiser entrar é só falar. Deixei passar alguns comentários devido à falta de tempo, mas escrevam aí quem deseja participar, ou indique alguém que você gostaria de ver nessa tabela, e pretendo incluir.

Alguns comentários, o Inner Burn tem um site bem atípico, já falei isso, mas ele procura acompanhar e procura comentar no ranking. O Investidor Universitário mantém seu blog atualizado contando suas histórias de médico iniciante. O Poupador do Interior também mantém uma boa disciplina nas postagens. O Cowboy é o mais antigo por aqui, e já o acompanho acredito desde 2017.



Estou me esforçando por aqui, se puderem comentar, isso dá uma motivação fortíssima. Abraços.


Fechamento Junho/2022 - Que Baixa!

Depois de um tempo sem postar, retornamos com as atualizações patrimoniais.


Pois é, meus amigos, que baixa a bolsa sofreu, viu?! Não via algo assim desde a pandemia em 2020, quando minha carteira de ações caiu mais de 30%. Pra piorar, gastamos bastante por aqui, e precisei recorrer às reservas. Parece que meu capital tá andando pra trás. Tive que refazer as metas, e agora, terminar com R$ 150 mil será muito bom. E pensar que tinha planejado terminar com 200 mil... ano passado. Vivendo e aprendendo cada vez mais que quando se trata de metas financeiras, muita coisa pode acontecer em pouco tempo.


BALANÇO PATRIMONIAL RESUMIDO



BALANÇO PATRIMONIAL DETALHADO


Precisei fazer um saque de dólares pra umas despesas, diminuindo mais de 10 mil reais. As ações caíram -17,35% no mês, e já acumulam uma perda acima de 30%, mais especificamente -R$ 13.761,40

Criptomoedas até fiquei com preguiça de olhar, e lancei R$ 2000 de forma simbólica. Agora em julho entram 3 novas ações na carteira, e saem 5, para poder equilibrar. Fiz umas mudanças para retornar à estratégia base do livro, e quero ficar com 12 ações certinho, renovando de 3 em 3 meses.

EVOLUÇÃO PATRIMONIAL


Estamos aguardando o recebimentos de uns valores aqui em casa, e a média de aporte será de R$ 10 mil por mês. Acredito que conseguiremos atingir, dessa forma, os R$ 150 mil da meta até final do ano.

Rentabilidade Acumulada e Mensal

Consolidado

Renda Fixa

Ações


Peço que coloquem esse meu site na sua lista de blogs, pois ajuda muito na divulgação. Quem quiser, é só me avisar que acrescento na minha lista também, que gera acessos pra vocês a partir de quem entra aqui.

Por hoje é isso. Comenta aí o que achou!

Forte abraço a todos e fiquem com Deus.


Isenção de Responsabilidade

Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não sou profissional de investimentos nem consultor financeiro licenciado. Nenhum ativo e/ou estratégia de investimentos aqui mencionados deve ser considerado indicação de investimento. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. O Diário de um Poupador e seu criador não são responsáveis pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

quinta-feira, 30 de junho de 2022

Você pode estar precisando dessa mensagem



Hoje recebi uma mensagem muito interessante de uma pessoa que me acompanha. Ele disse que viu minha mensagem sobre ter dificuldades no processo de se tornar uma pessoa melhor, acordando cedo e lutando pra ter boas atitudes que visem o sucesso, e viu que qualquer pessoa pode passar por isso.

Muitas vezes vemos influenciadores na internet falando muito bem de certas atitudes (que são essenciais, claro), mas que você não imagina que eles também falham. Será que o Primo Rico não tem momentos de gastar com coisas desnecessárias? Será que aquele nutricionista que você segue no Instagram não escorrega no final de semana e come um belo hamburgão? E aquele atleta de crossfit que posta vídeos todo dia com treinos cabulosos, será que ele não tem momentos em que passa uma semana sedentário, ou até mais? Aquele líder espiritual e motivador de hábitos éticos e morais, será que ele nunca cobiça em seu coração, ou mente pra conseguir algo pra ele e sua família?

Somos todos pessoas imperfeitas, e TODOS cometemos falhas. Nunca nos devemos comparar com ninguém, pois cada pessoa tem suas características próprias, e nunca uma será igual a outra. Errar é humano, e todos erramos, seja com os outros, ou com nós mesmos. Não importa o quanto nos esforcemos, as falhas sempre aparecerão. O que fará diferença é como nos comportaremos diante dessas falhas.
Eu, você, ou qualquer influenciador de internet, todos estão suscetíveis aos mesmos desvios. Essas questões é o que nos torna humanos, imperfeitos.

Há dois grupos de pessoas: as que erram e dão desculpas por agirem assim, com a síndrome da "Gabriela"; e as que erram e assumem, aceitando a responsabilidade por suas vidas, agindo para melhorar, não importa como nem quantas vezes errem, não importa o quanto demorem pra se levantar, o pensamento de desistir, ou mesmo de culpar outras pessoas e circunstâncias não vêm à mente em nenhum momento. A chave está em ser do segundo grupo, e fugir do primeiro.

Perfeição, só em Jesus Cristo. Nós somos falhos e imperfeitos.

Uma vez entendida essa mensagem, cabe a cada um todos os dias, levantar da cama sabendo que não importa o que passou, de agora em diante você pode tomar uma nova atitude, ter um dia excelente, e voltar pra cama satisfeito. Se essa ação correta não acontecer, você poderá fazer isso novamente amanhã. Essa é a beleza de estar vivo, pois quem já morreu não pode mais mudar.

Algumas postagens nesse blog visam o aprimoramento pessoal, mas não descarta a compreensão de que o caminho é cheio de pedras, que não só atrapalham, mas podem literalmente impedir você de continuar. Ou seja, problemas e dificuldades virão! Tão certo como 2 + 2 são 4. Não é você o culpado, mas é você o responsável.

Responsabilidade não é culpa. Ser culpado é ter dado causa a algo. Ter responsabilidade é possuir a capacidade de responder por suas ações e por sua vida, independente do que aconteça. 

Você pode e você merece o melhor, e ele pode vir para você. É preciso se esforçar para agir certo, não desistindo ou desanimando quando você não o fizer. E se tudo que você fizer for o certo, e mesmo assim o melhor não vir para você, amanhã é um novo dia para continuar fazendo o certo enquanto aguarda o melhor aparecer. Essa é nossa única alternativa pra conseguir o sucesso em qualquer área, agir certo e esperar. Não agir certo é a garantia de que dará errado, agora ou mais pra frente.

Muitas vezes o saldo negativo só aparece após alguns anos, o que ilude as pessoas a pensarem que suas atitudes erradas não vão as afetar. E os benefícios de boas atitudes e hábitos corretos podem ser imediatos, ou demorar tanto que nos façam pensar que não vale a pena continuar. Mas continue!

terça-feira, 21 de junho de 2022

Filme Interceptor - Netflix - Como se já não soubéssemos



A Netflix trouxe um filme recentemente, e esse nem precisou passar pela parte final da lacração, pois desde o começo era só ataque a conservadores republicanos, e celebração de minorias como as grandes heroínas. Se você não sabe, a Netflix e também a Disney são as empresas de streaming que mais lutam pelas causas como ideologia de gênero para crianças, fortificação da crença de que bandido também é gente e merece ser tratado com flores e carinho, aborto, defensor da liberação das DROGAS, entre outras atrocidades.


No filme Interceptor, a protagonista é uma mulher firme, batalhadora, que busca seu lugar nas forças armadas. Isso é ótimo, e de fato, foi uma boa atuação. A história se passa numa base escondida no oceano pacífico, que deve interceptar possíveis mísseis atômicos vindos da Ásia. A personagem principal é escalada de última hora pra trabalhar lá, e quando chega ao local, o bicho começa pegar com uma baita tentativa de ataque, pra poder impedir que os americanos impeçam mísseis nucleares que estão para serem lançados nos EUA. Uma ou outra cena de luta legal, e só! O resto é roteiro ruim e muita, MUITA lacração. Deixe-me listá-las.


1 - O filme exalta uma tartaruga marinha num aquário, como se fosse algo de muito valor, talvez mais até que as pessoas. Isso fica claro quando na cena do tiroteio um dos soldados da base fica ferido, e a protagonista e o indiano responsável pela parte computacional ficam bastante felizes e empolgados porque uma das balas não atingiu a tartaruguinha. Ow que fofo! E no final, depois de TODOS MORREREM, menos a protagonista, claro, a tartaruga sobrevive! E isso é exaltado pelo filme. Humanos? Pra quê, não é verdade?


2 - Um dos vilões se revela durante o ocorrido, sendo um soldado infiltrado no centro da base. Mas desde o começo o roteiro já dá indícios de que não é boa pessoa. Aposta em poker online, e fica se insinuando pra protagonista. A caricatura dele é realmente construída pra você ter ódio da pessoa. Esse cara, ao se revelar vilão, descreve sua descrença nos EUA, pois supostamente deixaram de ser patriotas, passaram a aceitar imigrantes em excesso, e não era mais o país pelo qual ele se alistou pra lutar. Agora virou a casaca e se vendeu por dinheiro. Ahamm, nada inovador. Esse cara faz tanta coisa ruim, e tem um aspecto tão perturbador, que parece que quiseram compará-lo ao louco líder do grupo nacionalista socialista alemão da década de 30 e 40, o de bigodinho Daí, numa cena que quase dei um pulo da cama, quando a atriz principal abre o notebook dele, há um papel de parede de uma mulher de óculos e camiseta, com arma, na frente da bandeira dos Estados Unidos, e uma grande águia. Essa mulher tem todo o tipo daquelas que dão tiros no YouTube, a mulher que gosta de armas. Uma referência clara como cristal aos conservadores republicanos. Triste.


3 - Sem falar que a protagonista posou pra um calendário sensual, até por isso era tratada com certo desprezo por muitos militares (todos vilões, claro). Mas no filme a colocaram como "boa moça", pois fez isso pra caridade. Disso pra um próximo filme em que uma prostituta vulgar seja elevada a heroína com altas honras, não vai demorar. Anota aí.


4 - Colocaram um general das forças armadas importante da história como assediador de mulher.


5 - Minimizaram religião? Claro. Sempre tem aquela cena que menciona "rezar" pra algo dar certo, e mesmo assim dá errado. Isso é praxe em quase todos os filmes.


6 - A protagonista tem marido? Você acha? Óbvio que não! Pra essa turma da lacração, a mulher não pode depender de homem. Tem que lutar e vencer de preferência sozinha. Homem pra quê? O símbolo masculino que aparece é o pai dela, totalmente de acordo com tudo que a mocinha quiser fazer.


A única coisa que se salvou do filme, certamente passou despercebido da Netflix, óbvio. Da mesma forma que Afonso Padilha deu um tiro no pé com Tropa de Elite, quando tentou colocar o capitão Nascimento como vilão, mas o público o considerou o herói do filme, na cena que o pai da moça é refém dos terroristas e parece ter morrido, no finalzinho ele reaparece e explicam que foram os colegas de asilo, fuzileiros navais, que o defenderam. Não fica claro se usaram armas, mas entende-se que sim. Bom.. ao menos eu torci pra isso. Posso sonhar kkkkkkkkk


Próximo artigo quero falar do filme Moonfall, da Amazon, um reduto com características conservadoras e pouca lacração. Em um mar de militância, assistir a um filme como esse dá um alívio.


O que achou? Comenta aí

o