quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Fechamento Outubro/2018

E aí pessoal da blogosfera, tudo na paz?

Hoje trago o fechamento de outubro desse ano de 2018 E AS METAS QUE TENHO PARA A PARTIR DO PRÓXIMO MÊS AO FINAL.

Em agosto eu decidi reforçar minha reserva de emergência e tudo que eu tinha na selic passou a ser considerado como essa reserva. No momento, e por enquanto, meu único investimento é em dólares, para os trades que tenho realizado desde o início do ano.

Em outubro não tive aportes nos investimentos, pois foi o mês em que me mudei e acabei tendo gastos consideráveis, como relatei no último post. Não tenho gasto mais que o valor recebido como renda, mas também não estou conseguindo poupar o que gostaria. Apenas consegui colocar dinheiro na reserva de emergência.

O consolidado dos investimentos em OUTUBRO foi de R$ 1938,12, referentes unicamente ao investimento em dólares, único na minha carteira no momento.

Como terminei setembro com R$ 2069,55, tive uma desvalorização de -6,35% devido ao resultado negativo da DESvalorização do dólar, que saiu de 4,05 para 3,72 (-8,14%). A forte desvalorização do dólar deixou meu rendimento no vermelho apesar de ter tido bons resultados nos trades desse mês.

Nos trades saí de um capital de U$ 511.00 para U$ 521.00, valorização portanto de +1,95%.

Pois bem, segue o balanço de OUTUBRO:


Evolução do patrimônio desde janeiro, que foi quando quitei os consignados e fiquei finalmente positivo:




A baixa EM AGOSTO foi devido ao desaporte para incrementar a reserva de emergência.


A distribuição dos investimentos:



EVOLUÇÃO PATRIMONIAL DO INVESTIMENTO EM DÓLARES


GRÁFICO COM AS RENTABILIDADES NO FOREX


GRÁFICO COM A RENTABILIDADE ACUMULADA NO FOREX



E a planilha do ADP, com as informações consolidadas:




Ou seja, minha rentabilidade em OUTUBRO foi de -6,35%Como disse antes, apesar de a rentabilidade do investimento em dólares ter sido bom (resultado dos trades), a desvalorização do dólar puxou a rentabilidade bastante para baixo.

Porém a rentabilidade histórica, que é também igual a desse ano, segue acima dos 10%, o que para mim está caminhando bem para um iniciante nos investimentos.

INTERESSANTE

Eu tenho calculado minha rentabilidade geral através de uma planilha própria, independente da do AdP, e tenho tido percentuais diferentes de rentabilidade. O cálculo que eu uso é mais simples: eu considero todo o valor aportado, e com ele calculo o valor ganho.

Por exemplo, em 2018 eu aportei ao todo, considerando, os desaportes, um valor líquido de R$ 1965,76, e estou com 1938,12 valor que finalizei outubro. Então estou com um perda líquida de 
27,64 ao longo do ano. Em percentual fica:

-27,64 / 1965,76 = -1,40%

E não os +11,16% que a planilha calcula.

Se alguém souber o que é isso, eu agradeço.


METAS A PARTIR DE NOVEMBRO 2018

O que eu tenho planejado para os próximos meses e para 2019 é o seguinte cenário:






Essa tabela significa o seguinte:

Em dezembro de 2018 estou pretendendo aportar 2000 reais em dólares para fechar 4000 reais, aproximadamente 1000 dólares, e ficar com esse valor durante todo o ano de 2019.

Em janeiro de 2019 pretendo aportar 3000 reais em AÇÕES NO BRASIL utilizando a fórmula utilizada pelo Joel Greenblatt, no seu livro "The book that beats the market", sobre a qual fiz um estudo aqui no ano passado.

Essa compra será de 1000 reais para cada uma das 3 melhores ações, as mais bem colocadas no ranking, a ser elaborado no dia da aquisição. Esse será o primeiro lote de quatro lotes ao todo no ano.

Em fevereiro, março e abril de 2019 eu vou juntando 1000 reais por mês, e em abril, com 3000 reais acumulados, eu pretendo adquirir o segundo lote de mais 3 ações conforme a estratégia citada acima.

Em maio, junho e julho
 de 2019 eu vou juntando 1000 reais por mês, e em julho, com 3000 reais acumulados, eu pretendo adquirir o terceiro lote de mais 3 ações conforme a estratégia citada acima.

Em 
agosto, setembro e outubro de 2019 eu vou juntando 1000 reais por mês, e em outubro, com 3000 reais acumulados, eu pretendo adquirir o quarto e último lote do ano, com mais 3 ações conforme a estratégia citada acima.

Dessa forma, ao final do ano, pretendo ter aportado ao todo 4000 reais em dólares para os trades, 12.000 reais em ações, e guardado mais 2000 reais aguardando chegar janeiro de 2020 para a renovação do primeiro lote de ações adquiridos em janeiro de 2019. Portanto, ao final de 2019, minha pretensão é ter R$ 18.000,00, se Deus quiser. Isso fora a reserva de emergência, que pretendo encerrar o ano com 5000,00, e ano que vem tentar elevá-la para 10.000 reais.



Perdoem-me a ausência, especialmente em comentar nos blogs dos colegas 
e a demora em responder os comentários no meu blog. Assim que possível pretendo ser mais assíduo.

Um forte abraço e fiquem todos com Deus, sempre.

Diário de um Poupador

4 comentários:

  1. Grande diário
    Parabéns pelos aportes e pelas metas de aporte. Acho que as metas nos ajudam a caminhar melhor.
    vou adiciona-lo a minha blogroll.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Fala Diário!

    Sucesso em suas metas, manter sempre focado!

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Realmente o dólar ralou no mês passado. Mas sempre bom ter umas doletas na carteira, rs
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Fala, DUP. Acho muito acertada sua decisão de reforçar a RE, como sempre reitero aqui. Recomendo que tenha um valor na poupança mesmo, para fins de liquidez imediata. O resto pode deixar onde vc preferir.

    Não posso afirmar com certeza, mas acho que a tendência do dólar é de baixa, vamos acompanhar.

    Como sempre falo, sou da opinião que trades só dão prejuízo para o investidor a longo prazo, as desejo-lhe sorte!

    Abraço!

    ResponderExcluir