quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Cuidado com a "Loteria Inversa" da Vida - Essa Probabilidade Você Não Quer Acertar



Tem coisas na vida que são capazes de mudar totalmente o rumo de alguém. Quem ganha na loteria, tipo a mega sena, vai ter um valor bem alto na conta bancária, e se souber aproveitar bem, uma renda passiva suficiente e com folga. Mas há uma "loteria inversa" na vida que também pode mudar o rumo das coisas, mas não de um jeito bom.

Hoje no trânsito eu estava dirigindo e pensando nas probabilidades de acontecer um acidente. Tipo, você dirigindo do boa, e alguém bater em você. Ou então, você fazendo algo errado e acabar batendo em alguém. Dependendo de como você dirige, se prudentemente ou negligenciando as leis de trânsito, as probabilidades podem estar bastante contra você. Como uma loteria, onde há níveis de ganhos, menores e maiores, nessa loteria invertida do trânsito se você for "contemplado" há algumas possibilidades. Pode ser só uma batidinha, pode ser uma colisão de maior proporção, que o seguro cobre com a franquia, ou pode acontecer algo grave, sério, que tenha implicações de grande proporção.

Um simples erro como passar um sinal vermelho, uma ultrapassagem pelo acostamento, um deslocamento curto sem o cinto de segurança, uma dose de vinho antes de dirigir, ou mandar aquela mensagem no whatsapp enquanto dirige, pode fazer você se arrepender amargamente durante muitos anos, ou por toda a vida.

E eu digo isso não é nem pelo aspecto financeiro em si, é pelos danos causados a outras pessoas ou a você mesmo e sua família. Financeiramente falando, imagine-se pagando indenização a alguém que foi atropelado e ficou impossibilitado de exercer suas funções. Ou imagine se você se acidenta feio e, se não morrer, fica incapacitado pelo resto da sua vida.

E a dor na consciência se tirar a vida de alguém num acidente? Incalculável.

Numa loteria tradicional quem acerta os números e ganha quis aquilo, já na "loteria inversa" ninguém quer ser contemplado, mas muitas pessoas agem como se não se importassem. Ou ignoram os riscos, ou os desconhecem. Portanto esse post é para nos manter sempre alerta, pra não jogar a vida pelo ralo por conta de uma decisão precipitada.

Vamos a outros exemplos:

Alguém que vive saindo com várias mulheres e sem preocupação com cuidados básicos, pode pegar uma doença sexual grave e perder a vida. E se viver, gastar horrores com tratamentos caros, ou depender do SUS.

Ainda no quesito mulher, alguém que sai com a mulher dos outros, pensando que pode sair impune. Uma leitura do livro de Provérbios, capítulo 5, e temos uma aula das consequências dessa decisão.
Veja o exemplo do jogador do hockey que tava saindo com a mulher de um policial. Perdeu a vida, já que o policial não conseguiu conter o ciúme. E o que muita gente pensa? Que pode fazer o mesmo e não vai acontecer nada? Cuidado, se você for "contemplado" pode se dar muito mal.

https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/pm-fingiu-ser-namorada-para-marcar-encontro-e-matar-atleta-video.ghtml

Agora veja esse caso:
Um servidor do órgão que trabalho foi preso por receber dinheiro como propina. Não vou julgar se fez ou não, isso cabe à justiça. Mas se for verdade, ele, que estava prestes a se aposentar, pode perder o emprego, perder um ótimo salário na aposentadoria, e ainda pode ser preso.
Uma decisão que ele tomou (se for culpado) pensando que não seria pego. Mas foi "contemplado".

Conclusão
Muitas coisas na vida acontecem sem termos contribuído pra isso. Mas dependendo de nossas atitudes, podemos aumentar ou diminuir as probabilidades de várias delas acontecerem. Ou seja, se formos prudentes, as chances de sermos "contemplados" na loteria inversa da vida cai drasticamente.

Você pode ser uma pessoa boa, calma, que ajuda os outros e se preocupa com o meio ambiente. Mas isso tudo não vale de nada se você dirigir escrevendo no whatsapp e acabar se acidentado, e tirar a vida de alguém, ou terminar indo dessa pra melhor.

Esse post ficou como um super alerta, mas um importante.

É como uma vez um instrutor de um curso de direção veicular me disse:
"NÃO QUEIRA APENAS APRENDER ERRANDO. FAÇA CERTO DA PRIMEIRA VEZ!"

PS: Não estou fazendo apologia a apostar na loteria, muito longe disso. Como o Cerbasi disse no livro "Adeus Aposentadoria": Loteria é para as pessoas que não sabem nada de estatística.
A chance de ganhar na mega sena, por exemplo, é 1 em mais de 50 milhões. É menor que as chances de ser atingido por um raio, MAIS DE UMA VEZ.
Por isso, não recomendo.

Um abraço a todos e fiquem com Deus.


6 comentários:

  1. Seja honesto e simples para diminuir a probabilidade de acertar nessa loteria inversa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Sócrates. Quanto mais cuidados tivermos, menos as chances de algo ruim assim acontecer. E ser honesto e simples é algo tão importante, mas ao mesmo tempo tão negligenciado nesse país do "jeitinho" brasileiro. O que não sabem é que muitas vezes esse jeitinho dá um jeitinho só na hora, depois pode vir uma consequência grave.

      Um abraço e obrigado pela visita

      Excluir
  2. Isso que você escreveu é verdade.
    Como o Socrates escreveu: o melhor é ser honesto para diminuir as probabilidades.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Cowboy. É difícil ver atitudes assim num Brasil tão marcado pela desonestidade.
      Não sabem que quem é honesto conta com uma super proteção:

      "Ele reserva a sensatez para o justo, como um escudo protege quem anda com honestidade. (Provérbios: 2.7)"

      Um abraço ;)

      Excluir
  3. O brasileiro possui no sangue o gene da corrupção, da desonestidade, do jeitinho, de ser preguiçoso...

    As pessoas se queimam por tão pouco. É uma fórmula que não entra na minha cabeça.

    Quem sabe consigamos mudar isso da nossa geração pra frente.

    Abs!

    ResponderExcluir
  4. Pois é Aportador Frugal. E cabe a nós como pais ensinar a nossos filhos que isso é errado, que esse jeitinho, se envolver desonestidade, não é correto e pode gerar consequências graves. A responsabilidade é nossa e não das escolas. E cabe a nós fugir dessas artimanhas pra "ganhar" tempo, ou para "ganhar" dinheiro. Trilhemos o caminho certo e fujamos dessas probabilidades.

    Fica com Deus e até mais

    ResponderExcluir